quinta-feira, junho 02, 2005

Desarmamento. De quem?

O problema do desarmamento, por tantos defendido, teria êxito total se os bandidos abdicassem da prática de crimes.

A Constituição Federal e a lei penal garantem, a todos nós, o direito de legítima defesa.

Indiquem-me um só bandido que considere necessário obter licença para a compra e o porte de armas. Se houver algum, tolo será.

Assim sendo, a lei brasileira, no proibir a aquisição e o porte de armas por quem não seja bandido (pois, repita-se, bandido vai mesmo desconsiderar o texto da lei), incorre em inconstitucionalidade por ferir cláusula pétrea da Constituição: o direito à proteção da própria vida e da vida de terceiros.

A maior vantagem dessa lei é dar ao bandido a certeza de que poderá nos atacar sem correr o risco de sofrer reação. O bandido parte, assim, de uma posição psicologicamente fortalecida, pois a vítima, com toda certeza, estará desarmada e indefesa.

3 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Concordo TOTALMENTE. Apesar de não ser proprietário de arma de fogo, conheço pessoas que tem o porte de arma e já fizeram uso das mesmas para sua defesa pessoal e às vezes até para auxílio de outrem. Claro que para usar uma arma de fogo você tem que ter muita cautela, de preferência fazer algum curso, praticar tiro... Mas é mesmo um ABSURDO desarmar pessoas INOCENTES e deixá-las mais indefesas do que já são (visto que infelizmente nossa polícia não pode fazer muito por nós)...

12:32 PM  
Anonymous Anônimo said...

This is very interesting site... video editing programs

12:20 AM  
Anonymous Anônimo said...

Concordo plenamente . Não caberia ação indenizatória à aqueles que compulsóriamente ( dizem eles expontaneamente )devolvem suas armas devidamente registradas ? Mesmo as que são de heranças de familia ? Aquilo que comprei , paguei e segui todos os tramites legais para poder ter , de uma hora para outra deixou de ser uma propriedade minha ? Por acaso mudaram o art 5º da constituição ?Sou obrigado a vender (???)ao governo , expontaneamente , minha casa de XXX mil Reais por um vigésimo ( ou menos ) de seu valor de mercado ? Bandido não compra em loja , não passa por toda a burocracia que existe ... qual foi o erro do cidadão de bem ?
A mim , trata-se de irracionalidade, ilegitimidade e inconstitucionalidade .
Peço aos Srs , conhecedores das leis : FAÇAM ALGO A RESPEITO , pois se assim continuar de nada mais seremos donos , em nada mais teremos direitos .
Alexandre C.P. Garcia

11:57 AM  

Postar um comentário

<< Home